Vamos ser voluntários

Friburgo é uma cidade maravilhosa, foi onde passei toda minha infância. Uma boa parte de minha Família é friburguense, demorou 2 dias mas felizmente recebi a notícia de que todos estão bem. Passei esse sábado ajudando no empacotamento das doações. Elas estão vindo em grande quantidade, isso é ótimo! Mas faltam voluntários para ajudar.

O apelo que faço é para quem tiver tempo sobrando, procurar um estabelecimento próximo de sua casa para ajudar nesse processo. Quanto mais pessoas ajudando, mais rápido as doações irão chegar. Hoje preciso trabalhar no blog, mas amanhã vou tirar um tempo para voltar ao trabalho voluntário.

Mais informações… Clique aqui.

Abraços
Carlos Ruas

Mais sobre: Outros
  • Ótima iniciativa! Se eu fosse do Rio, com certeza já estaria ajudando! vamos lá, galera!

  • Isso ai Carlos! O Brasil tem que ser unir e ajudar os desabrigados!

  • Nem precisa ser do Rio pra ajudar. Em várias cidades do Brasil estão recolhendo doações.
    Vamos lá, galera, tem gente precisando. Quem puder ajudar, procura alguma forma de contribuir.
    Abraços.

  • Oi Carlos! Sou carioca mas vivo em Brasília há um bom tempo. Ia a friburgo e Petrópolis com frequência. Gosto muito daquela cidade. Estou pedindo aos colegas que não moram no Rio para que façam as doações em dinheiro, na conta do Viva Rio, CEF e BB.
    Força para todos!

  • Desculpe, mas não existe momento mais oportuno pra isso:
    Onde está seu Deus agora?

  • ótima iniciativa Ruas, espero que muitos sejam voluntário também! e boa sorte

  • Que bacana Carlos. O auxílio aos que necessitam está acima de qualquer crença, espero que os que defendem suas crenças mostrem-se realmente serem pessoas que se importam na prática.

  • O que Friburgo fez a você, Deus??????? Por que????

    Denovo não!

  • Opa
    Sou médico e tava vendo, alguem sabe que alguma entidade que esteja “recrutando” voluntários?
    boa sorte aí, quem sabe nos vemos

  • Concordo com vc nessa iniciativa Carlos!
    Estive 1 final de semana antes da tragedia na cidade e foi chocante ver tudo desmoronando lugares q eu e meu marido passamos arrasados.
    Tinhamos nos apaixonado pela cidade… voltamos planejando voltar! rs

    Infelizmente não tenho tempo (já q aquele foi o final das minhas férias) mas concordo que TODO apoio é bem vindo!

    Mandou bem!

  • Minha família enviou duas cestas básicas e itens de higiene pessoal daqui de Sampa, capital. 😉
    Houve uma ocasião em que fui a um show e São Pedro mandou um temporal daqueles só pq estávamos tirando sarro dele pq não queríamos que chovesse. Claro que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas Deus (o de verdade, e não o de pelúcia) é onisciente e onipresente e iIsso nos faz refletir sobre o que falamos e/ou escrevemos. Acho que algumas tiras deveriam ser melhor refletidas antes de publicadas, como é o caso da “MIssões de Deus 2” e “Livrinho de Deus 5”. Achei essas duas tiras de péssimo gosto e de uma falta de respeito absurdo. De resto, o blog tá joia.

  • Carlos, eu nem sou da região serrana, e nem tneho família de lá, mas essa situação toda me comoveu tanto que eu tb estou tentando ajudar! E alem disso, preciso agradecer a todos que estão ajudando e sendo voluntários!

  • Minha família toda é de lá tb…foi um desespero mas estão todos bem!!! Agora o que fica para nós que estamos longe é a sensação de impotência…então doar faz a gente se sentir menos por fora dessa corrente. Minha mãe e meu irmão estão lá trabalhando. O que é mais necessário é água e comida.

  • prova, não é lenga-lengaaaaa, vi o carlos lá! 🙂
    vi o carlos lá sábado, estamos ainda com muito trabalho sim! quem tiver ou conhecer alguem que possa transportar as doações, é sempre muito bom!!!!

    mãos a mais sempre ajudam. e deus não tem culpa alguma nisso

  • Eu não tenho condições de ajudar com trabalho voluntário, mas nós aqui de casa doamos roupas e comida. Boa sorte com seu trabalho o/

  • Aqui na minha cidade levamos os donativos no corpo de bombeiros e enviamos dinheiro pelo Itaú.

  • Brumado (BA) é uma cidade pacata, foi onde passei toda minha infância. Minha família inteira é brumadense, uma vez por semana recebo a notícia de que todos estão bem. Passei esse sábado embriagado, mas queria empacotar doações. Elas não vêm, pois se trata de um lugar no fim-do-mundo! Faltam voluntários para ajudar.

    Não têm dinheiro, itens de primeira necessidade. A seca nordestina é isso: falta água limpa, colchonetes (em vez de esteiras de palha), alimentos (quaisquer que sejam), fraldas, materiais de higiene pessoal e de limpeza. Diginidade…

    O apelo que faço é para quem tiver tempo sobrando, procurar um estabelecimento próximo de sua casa para ajudar nesse processo. Quanto mais pessoas ajudando, mais rápido as doações irão chegar. Hoje preciso lamentar a existência humana, mas amanhã vou ter que trabalhar e mandar dinheiro pra mainha.

    (Obs.: não quis ironizar o texto do autor. Apenas “plagiei” o texto base com o fim de expôr uma opinião contrária ao paradigma, que está ao mesmo tempo no paradigma. Um paradoxo, eu sei. É importante ajudar quem está sofrendo agora. “Uau, megamobilização pra ajudar o Rio – vamos ajudar crianças no Natal.” Ok, tudo bem, mas não ajudem “as crianças carentes” somente no Natal. O ano todo elas precisam. Esse é o caso das pessoas da região mais sofrida do País. Relevem a analogia. Certo?

    No haters for me.

  • A grande verdade é que Deus é quem precisa de você agora, Ele quer ajudar essas pessoas em necessidade extrema e você é a estratégia dEle para essa situação emergencial. Fico feliz que muitos aqui tem casa, carro, água e comida. Essa gente perdeu tudo que tinha, muitos até a vida, o que você vai fazer??? Se anjos existem, espero que você seja um deles, obrigado.

  • Giuliano Marley :
    Brumado (BA) é uma cidade pacata, foi onde passei toda minha infância. Minha família inteira é brumadense, uma vez por semana recebo a notícia de que todos estão bem. Passei esse sábado embriagado, mas queria empacotar doações. Elas não vêm, pois se trata de um lugar no fim-do-mundo! Faltam voluntários para ajudar.
    Não têm dinheiro, itens de primeira necessidade. A seca nordestina é isso: falta água limpa, colchonetes (em vez de esteiras de palha), alimentos (quaisquer que sejam), fraldas, materiais de higiene pessoal e de limpeza. Diginidade…
    O apelo que faço é para quem tiver tempo sobrando, procurar um estabelecimento próximo de sua casa para ajudar nesse processo. Quanto mais pessoas ajudando, mais rápido as doações irão chegar. Hoje preciso lamentar a existência humana, mas amanhã vou ter que trabalhar e mandar dinheiro pra mainha.
    (Obs.: não quis ironizar o texto do autor. Apenas “plagiei” o texto base com o fim de expôr uma opinião contrária ao paradigma, que está ao mesmo tempo no paradigma. Um paradoxo, eu sei. É importante ajudar quem está sofrendo agora. “Uau, megamobilização pra ajudar o Rio – vamos ajudar crianças no Natal.” Ok, tudo bem, mas não ajudem “as crianças carentes” somente no Natal. O ano todo elas precisam. Esse é o caso das pessoas da região mais sofrida do País. Relevem a analogia. Certo?
    No haters for me.

    Show de bola, cara.

    Todos os meses faço donativos para ajudar em calamidades e pessoas carentes, não só no Brasil mas também no mundo. Um tiquinho meu pode se ajuntar a um tiquinho seu, de de re pente teremos um montão.

  • Parabéns pelo blog e pela iniciativa de fazer algo pelos outros que vc não conhece. Hj arrecadei algumas coisas pra ser doadas e arranjarei um tempinho pra ser voluntária tb.

  • Cara, só acho que você pede ajuda porque é da sua cidade ou sua família estava no meio, cadê que incentiva voluntários para enchentes em alagoas? E o terremoto do haiti? aí é foda.

  • Olá carlos, Moro em Nova Friburgo e nossa, Nem sabia que você tinha familiares por aqui. As pessoas estão necessitando de todo tipo de doação por aqui mesmo, inclusive de pessoas dispostas apenas conversar, quem poder além das doações visitar algum abrigo, será de grande importância. Felizmente moro em um bairro que não foi muito afetado, apenas estamos com dificuldade de ir a outros bairros, inclusive ao centro, devido a queda de grande parte da estrada. Agradeço a todos que estão ajudando o povo de Nova Friburgo e das demais cidades atingidas.
    grande abraço

  • @Guilherme
    Guilherme, também sou médico e me coluntariei para ajudar em Petrópolis, a Prefeitura de Petrópolis está aceitando voluntários para ajduar, acredito que as Prefeituras de Teresópolis e Nova Friburgo também estejam…fora isso, tente na Cruz Vermelha…Forças Armadas também estão atuantes (mas nesse caso é mais difícil para ajudar, pq tem q ser militar) e os Bombeiros também.

  • Só tenho uma coisa a dizer: Jesus Cristo está voltando.

  • Oicirbaf :
    Cara, só acho que você pede ajuda porque é da sua cidade ou sua família estava no meio, cadê que incentiva voluntários para enchentes em alagoas? E o terremoto do haiti? aí é foda.

    FAbrício, você acha mesmo que o Carlos e os outros leitores só estão ajudando por causa de ser suas cidades? Deixa de ser babaca!Ao invés de ficar criticando a iniciativa, deveria tirar a bunda da cadeira e ir fazer algo de útil na vida.

  • Adonis :
    Desculpe, mas não existe momento mais oportuno pra isso:
    Onde está seu Deus agora?

    Adonis, Deus está no coração e na ação de cada pessoa que de alguma forma está ajudando as pessoas dessas cidades.
    “NO PRINCÍPIO ERA O VERBO E O VERBO ERA DEUS E O VERBO ESTAVA COM DEUS ( JO 1:1) E O VERBO SE FEZ CARNE E HABITOU ENTRE NÓS.(JO 1:14)”

  • Infelizmente somente através da dor e do sofrimento as pessoas encontram Deus. Aceitamos com coragem oque esta acontecendo, sempre visando fazer o bem e ajudando o próximo.
    Parabens pelo trabalho!!!

  • Não é só o Rio que está precisando de ajuda, Minas Gerais e São Paulo também. –‘

  • Olá Ruas,

    Sou fã do seu blog e acompanho ele há mais de um ano !

    Gostaria de dizer que de minha parte estou fazendo o possível para mobilizar o maior n° de pessoas possível !!!

    Consegui o apoio da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo – SP, ontem passei em todas as salas pedindo doações, o Centro Acadêmico, no qual sou coordenador de comunicação social, se tornará um posto de recolhimento e a faculdade se encarregará de levar à cruz vermelha.

    Como dito acima pela amiga, não só a região serrana do Rio, mas também o sul de Minas e até Mauá, no grande ABC – SP, também sofrem com as chuvas e geram mais desgraça a cada precipitação…

    Como humanos que somos, cabe a nós ajudar nossos semelhantes… dentro do reino animal o ser humano é o único que mata sua própria espécie sem motivo algum, mas somos também os únicos animais dotados de razão suficiente para mobilizações de ajuda à semelhantes que sequer conhecemos.

    Os itens mais necessários no momento são: Artigos de higiene pessoal, água e leite em pó !!!

    Uma organização muito legal nascida do Rotary International chamada Shelterbox está ajudando bastante.

    A Equipe da Shelterbox composta por Mark Eccles e por Laura Dale chegaram no Rio de Janeiro para ajudar na implementação dos acampamentos da
    Shelterbox. Um grupo de empresarios da região serrana cedeu um terreno com
    mais de 100.000 m2 para a instalação dos equipamentos.

    Hoje, 3a feira (18/01/2011) 56 (cinquenta e seis) caixas chegaram à região serrana e nas
    próximas semanas mais Shelterbox devem chegar. Tudo dependerá da agilidade e
    colaboração das autoridades brasileiras na liberação alfandegaria.

    Apoie Shelterbox. Ajude a divulgar o trabalho. A Shelterbox vive de
    doações do mundo todo.

    para saber como doar – http://www.shelterbox.org.br

    uma reportagem do site G1 da Globo pode ilustrar melhor o trabalho dessa ong:

    g1.globo.com/rio-de-janeiro/chuvas-no-rj…-da-chuva-no-rj.html

    abraços \o>

  • Ruas, fico feliz em saber que sua familia está bem.
    Gostaria muito de ir para o RJ ajudar, mas como não posso estou ajudando daqui de SP arrecadando doações de cestas básicas na empresa onde trabalho e no fim de semana levarei em um posto de doações da Defesa Civil.
    E também estamos arrecadando doações para serem enviadas aos abrigos de animais resgatados que foram improvisados.

    Parabéns pela iniciativa de incentivar o pessoal a ser voluntário!

    Abraço,
    Laura

  • Sempre temos pessoas ajudando pessoas, mas e quanto as animais? E os gatos, cachorros e roedores (coelhos e porquinhos)… Eles também precisam de atenção, de comida e de um olhar amigo. Pessoas muito simples tem ajudado com o que podem, o amor e o espaço em seus terrenos, mas ele precisam de mais! Me ajudem a ajuda los, uma corrente de força e solidariedade pra quem não sabe dizer se esta com dor ou fome, que só depende de nós! São filhotes e velhinhos que precisam de ração, de remédios!
    Agradeço de coração as pessoas como a Laura do post acima, que se preocupam e agem!
    Obrigada Ruas esse espaço é muito importante, é do riso que nascem todos os bons sentimentos.

  • @Adonis

    não sei se é a hora para piadinhas… Deus, aqui, é personagem de um cara maluco e genial chamado Carlos Ruas…Que Deus ajude e abençoe a todos de Nova Friburgo, Petrópolis e demais cidades… Carlos, continue assim, sempre disposto e aberto ao próximo…( suas tiras ajudam muitos a rir…um abração e que Deus ( os dois…hehhee) o e nos abençoe…

    Geraldo

  • haha
    Nasci e moro a maior parte da minha vida em Friburgo nunca soube que o “criador” ja tinha morado aqui

  • Não só em Friburgo, mas a situação em Teresópolis está ruim também. Moro aqui e felizmente minha família e amigos estão bem, mas a cidade está arrasada.

    Tenho trabalhado de voluntário desde a semana passada, e acho muito legal ver voluntários de outras cidades que vieram só pra ajudar, e pessoas trazendo doações até de outros estados.

    Caso alguém queira ajudar, pode deixar as doações no ginásio Pedro Jahara (Pedrão)
    (quem não souber aonde é basta procurar no google maps “Ginásio Pedro Jahara Teresópolis”)

    São exemplos de ítens que chegam pouco e saem muito – que precisamos:

    – Cloro
    – Sabão em pó
    – Sabão em pasta
    – Sabão de coco
    – Sacos de lixo Preto 100L (grande e resistente)
    – detergente
    – bombril
    – baldes
    – vassouras
    – rodos
    – esponjas
    – alcool
    – desinfetante
    – pano de chão
    – Escovão
    – etc
    …e MUITAS velas e fósforos, pois muitas regiões estão sem luz, e estamos tendo que racionar as velas. No dia 17 chegaram algumas velas (umas 200 unidades) que não vão durar muito.

    Alguns lugares que abrigam pessoas estão tendo dificuldade de manter as coisas limpas! Vamos ajudar!

    A prefeitura de Teresópolis também disponibilizou duas contas, uma no Banco do Brasil e outra na Caixa para quem quiser fazer doações.

    Mais informações na página da Prefeitura
    http://www.teresopolis.rj.gov.br/

    Parabéns e obrigado a todos que estão se mobilizando e realizado doações.

    Abraços

  • Carlos, acho que já comentei antes sobre a sua iniciativa… estava pensando em como ajudar mais…

    e junto com uma amiga que tem amigos na cidade de friburgo estamos organizando tbm as doações.
    Deixarei aqui o link direto do meu site, aonde estou tentando arrecadar primeiramente kits de higiene pessoal, mas quem quiser, pode ajudar com o que achar melhor!

    http://www.marrymelody.com.br/2011/01/espirito-de-solidariedade-vamos-ajudar.html

    Parabéns por ajudar as pessoas e incentivar os outros ao mesmo!
    É isso que o povo precisa! 😉

  • Meu pai tem uma fazenda em Bom Jardim (cidade perta de Friburgo) e lá foi totalmente devastada também, o caseiro da fazenda, ele pega leite das vacas e vai destribuindo pras crianças de uma escola lá.

    E nem tem como chegar na fazenda, e tomara que não demore muito para fazerem as obras e etc.

    Os avós da amiga de minha irmã que também moram em bom jardim, tiveram que sair pela janela da varanda do 2º andar.

    Ajudem todos que eles precisam.

    “Desculpe, mas não existe momento mais oportuno pra isso:
    Onde está seu Deus agora?” – disse um colega lá em cima

    Eu não acredito em Deus, mas se ele existe, ele faz isso para todos aprenderem a ajudar.

  • Grande iniciativa Ruas! Pessoas como você são um exemplo! Espero que a população se cobre de seus governantes e não esqueça do que se passou. Se eu tivesse idade e meios suficientes estaria lá na serra participando, mas infelizmente minhas mãos estão atadas. Acredito que meu pai vá participar.

    @Adonis
    O foda é ler comentarios assim…escrito por crianças de 5 anos.
    Deus esta em cada uma das pessoas que foram soterradas, nos bombeiros que chegam a dar suas vidas pelo proximo, está em pessoas como o Ruas que fazem sua parte e que contribuem.

  • Também sou de Friburgo, atualmente não estou morando lá, mas todos os meus familiares estão lá. Minha esposa e eu temo ajudado bastante, mas certamente precisamos de muito mais ajuda.
    Vamos pessoal, mão a obra!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *